• Raphael PH. Alves

MORRER É VOLTAR PRA CASA



O fenômeno da morte assusta, pois na maioria das vezes ela ocorre inesperadamente, tirando dos nossos braços as pessoas que mais amamos. Apesar da dor e da saudade que sempre sentiremos de alguém que partiu, devemos mudar a nossa perspectiva a respeito da morte. ⠀


Morrer ou desencarnar é voltar para casa. Não somos matéria. Apenas estamos na matéria. O nosso espírito é muito antigo e já esteve aqui em outras ocasiões, animando outros corpos, experienciando outros momentos e angariando corações queridos para trilharem juntos rumo à evolução. ⠀


O desencarne não é igual para todos, pois acreditamos que há de se considerar a trajetória que cada um percorreu ao longo da vida para receber os frutos de penosas provações ao despertar do outro lado da vida. ⠀


Para aqueles que tiveram uma vida propensa ao bem, à gentileza para com seus semelhantes, ao amor e ao exercício do perdão para com todas as criaturas, morrer é como dormir e acordar. A sensação é de alívio, de descanso, depois de muitos anos de vida corpórea. ⠀


Para aqueles que, infelizmente, escolheram trilhar caminhos que não terminam bem, o processo da morte pode ser um pouco mais complicado. Existem pessoas que não aceitam o fato de que a vida na matéria chegou ao fim, e outras angustiadas e revoltadas, voltam para o seio familiar ou o círculo de convivência na tentativa de convencer a si mesmo e aos outros de que elas continuam vivas. Muitas acabam alimentando-se de vícios materiais e morais daqueles que ficaram, tornando assim a jornada do lado de lá mais difícil. ⠀



A ausência física de um ser amado deixa um vazio muito grande, isso é um fato. A certeza de que a vida continua do outro lado e a esperança do reencontro são os motores que nos motivam a também continuar por aqui e a seguir uma trajetória em direção à luz. ⠀


Texto de Henrique Arcena (@henriquearcena)

GOSTOU? COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAS! 💜


Pai Raphael PH. Alves


Posts recentes

Ver tudo